NOTICIAS
Matéria publicada em: 19/12/2018

AGENDA DE FUTURO: ALERJ DEBATE PROPOSTAS E DESAFIOS PARA OS PRÓXIMOS ANOS

No centro, André Ceciliano, presidente em exercício da ALERJ; à esquerda, Eduardo Rebuzzi, presidente da FETRANSCARGA.

Empenhada em garantir a retomada do crescimento econômico sustentável do Estado, a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) reuniu, na última segunda-feira (17/12), políticos atuais e recém-eleitos pelo povo fluminense, além de representantes do setor produtivo e de segmentos estratégicos da sociedade civil. Batizado de “Agenda de Futuro”, o evento, organizado pelo Fórum Permanente de Desenvolvimento Estratégico do Rio, órgão vinculado à Alerj, motivou o presidente em exercício do Parlamento estadual, André Ceciliano (PT), a pautar para votação, nas próximas sessões legislativas, os Projetos de Lei 32/15 e 2910/17. O primeiro institui o plano diretor de transportes urbanos, entre outras medidas, enquanto o segundo modifica os parâmetros de cancelamento do Cadastro de Contribuintes do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Ambos foram reivindicados durante as discussões promovidas na reunião.

Segundo Ceciliano, idealizador do evento, a crise econômica exige responsabilidade com o gasto público e maior transparência do Poder Legislativo. “Até o fim de novembro, a Casa havia analisado cerca de mil propostas aqui neste Plenário, e 570 novas leis entraram em vigor. Também economizamos R$ 325 milhões do nosso orçamento em 2017 e, agora, em 2018, reduzimos os gastos em R$ 358 milhões. Nosso objetivo aqui hoje é ouvir as instituições, especialistas em temas como óleo e gás, segurança, turismo, desenvolvimento sustentável, entre outros, considerados estratégicos para a retomada do crescimento econômico em nosso estado”, explicou.

O vice-governador eleito, Cláudio Castro, destacou a importância de ouvir todos os segmentos envolvidos na atividade econômica do Rio de Janeiro. “Em eventos como esse, nós conseguimos ouvir todos os setores da cadeia produtiva em prol do bem comum, que é o desenvolvimento do nosso estado”, avaliou.

Compareceram ao encontro representantes de 30 entidades e instituições da sociedade civil como Rodolfo Tavares, presidente da Federação da Agricultura, Pecuária e Pesca do Estado do Rio de Janeiro; Eduardo Rebuzzi, presidente da Federação do Transporte de Cargas do Estado do Rio de Janeiro (FETRANSCARGA); Antônio Florêncio, presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomercio-RJ); Vinícius Mesquita, presidente do sistema de Organização das Cooperativas Brasileiras / Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo OCB / CescoopRJ e Teresa Fritsch, presidente da Associação Brasileira de Agência de Viagens do Rio de Janeiro (Abav-RJ).


O presidente da FETRANSCARGA, Eduardo Rebuzzi, apresentou as demandas do TRC.
A participação da FETRANSCARGA já rendeu ações da ALERJ quanto à votação do
Projeto de Lei que estabelece o PELC RJ – 2045 como Plano de Estado.


FETRANSCARGA - FEDERAÇÃO DO TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Todos os Direitos Reservados © 2019 - Todo conteúdo deste site é de uso exclusivo da FETRANSCARGA