NOTICIAS
Matéria publicada em: 12/04/2019

Em breve, motorista só vai ser contratado por aplicativo, diz empresário

Carlos Mira prevê para logo o fim dos agenciadores de postos de combustível

Nelson Bortolin | News Carga Pesada

Num futuro não muito distante, os caminhoneiros só serão contratados por meio de aplicativos instalados em seus smartphones. As agenciadoras vão desaparecer dos postos de combustíveis, e as transportadoras não vão querer negociar frete pessoalmente ou por telefone. Para o CEO da TruckPad, Carlos Mira, é isso que vai acontecer nos próximos anos.

O empresário nega que os aplicativos retirem o poder de barganha dos caminhoneiros, como afirma Fábio Roque em reportagem da Carga Pesada. Ele procurou a revista para defender seu ponto de vista. “Com o crescimento dos aplicativos e o fim dos agenciadores, o caminhoneiro vai ter mais poder. Ele vai poder escolher o melhor frete”, alega. “Hoje, isso já acontece, o motorista tem vários aplicativos à disposição e uma oferta grande de frete no seu próprio celular”, complementa.

Mira ressalta que a contratação de serviço de transporte por aplicativos é uma tendência irreversível. “As plataformas vieram para ficar e, quanto mais cedo o motorista autônomo se adaptar, melhor”.

O empresário diz que, apesar da popularização dos smartphones, a utilização dos aplicativos de frete ainda é tímida. Ele calcula que metade das contratações, hoje, acontece de forma digital, incluindo grupos de WhatsApp criados por transportadoras e embarcadores. Mas apenas 30% do total passam pelas centrais de frete como a TruckPad. “Ainda tem muita gente que fica no posto de combustível telefonando para as transportadoras para ver se conseguem serviço. Às vezes, perdem dois dias parados. Mas isso logo vai acabar”, acredita.

Ele sugere aos caminhoneiros entrar nos aplicativos de frete e preencher com cuidado os cadastros. “Coloquem os dados pessoais, os dados dos veículos, seus documentos, anexem a cópia da CNH”, explica. “Quando o motorista faz seu cadastro direitinho, ele já fica pré-aprovado pela empresa”, alega.

Segundo Mira, há transportadoras que não querem mais o motorista “batendo na porta pedindo para falar com o encarregado de frete”. Elas querem buscar o motorista que está mais perto e com o veículo ideal para a carga. “Por meio do aplicativo e do GPS, isso é muito mais simples”, diz o empresário.

E para o caminhoneiro, na visão de Mira, também é muito mais fácil trabalhar pelo aplicativo. “Ele tem várias opções de frete no celular e não precisa perder tempo negociando com ninguém. O motorista se autocontrata com um clique no celular. Os aplicativos vieram para ajudar o caminhoneiro, não para atrapalhar”, garante.

PARCERIA

A Tora Transporte, com sede em Contagem (MG), estabeleceu o fim do ano como prazo a partir do qual só vai contratar terceiros por meio de aplicativo. A empresa, que carrega carga geral, tem 450 cavalos-tratores próprios e contrata entre 2 e 3 mil autônomos por mês.

A presidente Janaína Araújo diz que, atualmente, esses terceiros são contratados nas 64 filiais que a transportadora mantém pelo País. “Normalmente são eles que nos procuram nesses locais”.

Janaína Araújo, presidente da Tora Transportes

A Tora estabeleceu uma parceria com a TruckPad com o objetivo de aumentar a “capilaridade e diminuir o tempo de captação” dessa mão de obra. “Teremos 100% das contratações feitas pelo aplicativo”, garante a empresária.

De acordo com ela, em vez dos cerca de 3 mil autônomos com os quais trabalha atualmente, a Tora poderá contar com os 350 mil cadastrados na TruckPad. “Vou conseguir chegar mais rapidamente até os motoristas que estão mais perto das minhas bases de carregamento”.

A presidente conta que as operações dedicadas, que exigem equipamentos especializados, continuarão sendo atendidas pela frota própria da empresa.


FETRANSCARGA - FEDERAÇÃO DO TRANSPORTE DE CARGAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Todos os Direitos Reservados © 2019 - Todo conteúdo deste site é de uso exclusivo da FETRANSCARGA